segunda-feira, 15 de março de 2010



Gostava da inquietude deste lugar esquecido
Onde o silêncio entoava ruidos
De ventos vividos sem direção
Estrangeira de mim, errante, serena

2 comentários:

  1. e o rumo que tomou trás a discrepância na fotografia.
    como é olhar para trás e ver a esquina preferida hoje ocupada. ou vê-la longe demais dos bairros do lado de cá. que já ficou pro passado por causa da distância.
    presentes
    para: o mundo
    de: quem tem pressa de partir.

    ResponderExcluir
  2. Quando me ponho em silêncio, sozinho comigo mesmo eu sinto isso que você escreveu.

    ResponderExcluir