quinta-feira, 24 de setembro de 2009


Meleca de frio, vento e chuva!!!


Fechei os olhos.......
O sol brilha forte, céu azul cristalino.
Sai de casa, com short florido, blusa branca.
Talvez com um chapéu, certamente com óculos escuros.
Embaixo do braço carrego uma revista qualquer, na mão, a cadeira de praia. Na outra mão, um guarda-sol. Absoluta certeza ..... um pequeno isopor com a cervagelada no outro ombro.
Atravesso a rua.
Tiro a sandália na areia.
E me deixo ficar.
Um dia.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009



Andar pela Paulista,parar num buteco, trio tocando hino do Corinthians, encher a cara, cerveja bem gelada,fazer xixi com muita vontade e achar que está gozando, fumar um cigarrim, tomar coca-cola, dormir junto com um gato, acordar de bom-humor, banho bem quentinho,comer bem,comer chocolate, andar pela domingos de Morais com MGMT, vento frio no rosto, cachicol quentinho no pescoço,ler um bom livro, entender o que está estudando, comer risole de milho verde e requeijão,suco de uva,rir com pessoas engraçadas,biscoito Bono de chocolate,ligar pra mãe,ter saudades, pensar em cada um com muito carinho, muito amor, estou morrendo de saudades.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009



Adorando a sinceridade,


As palavras não ditas-ditas


Na cara, sem a menor frescura


Admiro sua franqueza, o que você realmente é!


E agora mais do que nunca, sento na janela e espero esfriar.
Existem sensações em mim.


-Assumir que eu vou dormir sozinha, eu e o Barrela, quentinhos!!!!
Fazendo cafuné em mim mesma, sem choro e nem vela.

Saudar o presente, tão presente.

Sublinhar minhas urgências,
Ignorar o que não se encaixa!





terça-feira, 15 de setembro de 2009






Vai cinzenta e fresquinha, São Paulo. A pedir sol.
E eu aqui pensando que
A maioria de mim
Queria continuar com os mimos de dentro
Então a razão veio e proibiu
Antes que houvessem ecos


Durante toda a manhã de domingo
Fui a flor impaciente por abrir
Forçadamente, a tarde veio, coloquei-a dentro dos dias extremamente lúcidos.
Sim sim sim, tudo bem
Mentiras sinceras me interessam
Então retoco o olhar....

Recebendo embrulhado em papel seda
Uma proposta do além:
- Se me ajudar a pisar no chão que está lá fora, eu te mostro o que está afogado em seus olhos!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009


Invadida de possibilidades que dormiam em mim,
Uma sensação de que nada vai dar errado,
Que o acaso vai me proteger.


Já aqui há tempos, vinte e sete tempos exatos, brincando no futuro.

É um preenchimento de querer......
A vida agora, desenhada em linhas celestiais, entre mundos.
E o que fica aberto é o amor.
Este sentimento glitter, que invade e derrama.
Agradecida imensamente,
Pelos gigantes que apareceram no seu coração.


Encanto de vida!

Nas passagens vejo vantagens.
Nas viagens perdidas, nas viagens encontradas.
Insisto em cantar, em penetrar,
Neste meu EU Forever.


Contente com os tons diversificados.
No VALOR sem medida da experiência pessoal,
Feita de perfume, vento e suor.
Sugerindo sempre sonhos,

Desejando a felicidade em alguma esquina de nuvens,
Isso me soa impecável, quando o que se Quer quando se é humano.


Tem muitos pássaros voando ao meu redor agora.
Deve ser essa angustiante vontade de voar.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009


Quando você abre os braços,

Agarra sua liberdade,

O corpo flui,

Todo manchado de alegria.

Então você resolve se soltar,

Espalhar pela rua afora,

Deslizando como bailarina.

Está chegando a primavera!!!!!!

Gostinho suave de melancia,

Ventinho no pescoço.

Amando o céu !!!!!

No coração, a família,

No peito, muita coragem.

De repente me vi em flores,

Totalmente perfumada,


Colorida.