domingo, 22 de agosto de 2010

Canta pra eu dormir ?????

Perdi minha nuvem
Inundada de brilho

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Poeira De Nuvem


Queria agarrar aquela nuvem
Ela sempre vem cheia
E me deixa solta, inquieta, leve
Queria agarrar aquela nuvem
Pro vento não soprar
Mas ela sempre vem e me enche
E vai embora
Pedi a Ele no tempo de’u esvaziar  
Que Ele guardasse um amor imenso
Que nem existisse no céu
Que eu tenho um coração guloso

domingo, 8 de agosto de 2010

No Seu Esconderijo



Manhã polida de sol
Levantou mecha por mecha do seu cabelo
Vestido amarrotado de cantigas de amor, sonhos e contos
É dia de verão
São essas manhãs que se sentia grande
Ia inventando, ia cantando,
Ia alargando as asas


Levo comigo, o brilho daqueles que se manejam com destreza,
Que se consomem,
Que só depois analisa o prejuízo, risco, ganho
Talvez isto fosse seu maior defeito,
Ou sua maior qualidade
Ou que a salva ou estrangula:
Mistério