segunda-feira, 21 de setembro de 2009



Adorando a sinceridade,


As palavras não ditas-ditas


Na cara, sem a menor frescura


Admiro sua franqueza, o que você realmente é!


E agora mais do que nunca, sento na janela e espero esfriar.
Existem sensações em mim.


-Assumir que eu vou dormir sozinha, eu e o Barrela, quentinhos!!!!
Fazendo cafuné em mim mesma, sem choro e nem vela.

Saudar o presente, tão presente.

Sublinhar minhas urgências,
Ignorar o que não se encaixa!





2 comentários:

  1. Você parece ser uma pessoa muito delicada e amorosa.
    Gostei muito do seu blog, e do slide, lembrei perfeitamente minha infância do anos 80.
    Continue com suas palavras simples e cheias de conteúdo!
    Vou continuar perseguindo você pq achei o máximo!!!!
    Um beijo moça bonita!!!!!!

    ResponderExcluir