quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Sou do tipo que compra roupas novas e usa no mesmo dia  — e sapatos ou bolsas e seja lá que for.
E caixa de bombons,outro exemplo. Mal vejo a embalagem!

  Achava que isto era culpa de uma ansiedade crônica que me faz querer tudo para já e agora. 
Aí descobri que tenho urgência de viver. 
E isso às vezes assusta.




Tento me conformar e espero seu rei mandar.
Não sei o que Buda faria, mas eu mentalizo o azul-calcinha, "respiro pelo coração" (by menina com uma flor), jogo a curta cabeleira para os lados, cruzo as pernas toda fina   ( do tipo: Não vou me abalar) e repito três vezes que isso não vai me afetar, por todo o sempre, amém. 
Mas por hora, sonhar tem sido bom. 
Asas de anjo, ainda que de papelão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário