quarta-feira, 11 de novembro de 2009


Encantada
Pelos olhos risonhos

Ouvindo a voz de dentro, cantarolando, canções de ninar que, há muito não se ouvia.
Canção leve, suave, doce

Caminho de pés descalços sobre o solo-ansioso
Sobre trilhos invisíveis
Guardando no bolso as ternuras lúcidas e mansas
Sentindo o coração pulsando confete multi-cores

Levo comigo, o meu destino em segredo
Sensações inocentes, vibrantes, misteriosas.......
Assim me permito ficar
Quentinha-pequenina-GRANDE!!!!!

Um comentário:

  1. Bonito texto! Passa muita tranquilidade e sensibilidade.
    Parabéns!
    Um beijo garota linda.

    ResponderExcluir