quinta-feira, 26 de novembro de 2009



Há dias que eu acordo com seis anos, o cabelo despenteado, os olhos brilhantes como duas estrelas e
cheiro de algodão doce nas mãos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário