terça-feira, 15 de março de 2011

Poeira No Vento




Foi na tarde de hoje

No meio do supermercado, mundarel de pessoas, conversas e música

Foi naquele instante

Foi quando escutei o piano, a voz suave

Da canção 

I'm Going In


Quando desejei sentir o cheiro do menino solar

Foi neste vazio

Que meu coração rasgou

Que meus olhos resolveram chorar

Foi quando violei o barulho

Foi quando as pessoas se tornaram invisíveis



Foi nessa hora

Que enganei minha condição

Num malabarismo violento



Escondi a bagagem pesada



Quando senti meu nariz numa fornalha

Implorando por um vento

Desviei derrapando meus pensamentos

Antes que a lagrima escorresse


Nenhum comentário:

Postar um comentário