segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Lá fora trovões e gotas de céu




Pousar o ouvido em teu peito

É debruçar na esperança

De uma semente estrela

Procuro em tuas mãos

Minha leveza

Em teus braços longos

O vento da delicadeza

O toque do teu beijo

Eleva o sonho vivido



E recebo com a alma agradecida

Ele que percebe minha voz

E desperta o meu coração

2 comentários: