domingo, 27 de junho de 2010

Coisas miúdas, Detalhes, Pequenos gestos


São os olhos tímidos
É a barba mal feita
É se encantar pela pintinha da bochecha esquerda
Ou reparar o tênis colorido
É dividir o fone de ouvido,
É a ansiedade no peito
É ganhar beijos perdidos
É você acordar numa manhã azul, ainda sentindo o perfume
No cantinho,  um sorriso terno
Dois suspiros leves

Então você deixa o sol entrar
Escolhe o vestido mais bonito
E sai de mãos dadas com as coisas miúdas


Nenhum comentário:

Postar um comentário