quarta-feira, 23 de junho de 2010

Feita de Instantes

Grande noite risonha
Inquietudes e sonhos urgentes
Garota vestida de cinza, sentada
No banco a espera

Deu um sopro bem forte
Em toda melancolia
Tinha decidido deste pequena
Que não desperdiçaria seus dias
Em tristezas e lamentações
Que inventaria canções
Colocaria cores entre seus dedos
E pintaria seu chão
De sonhos e estrelas

2 comentários:

  1. Tatiana!
    grata pela visita, pelas palavras, por se tornar seguidora ...

    Eu gostei de seus blogs ...
    Muito gostoso de te ler ...

    bj

    ResponderExcluir
  2. Olá, Tatiana!
    Bem bonitos estes versos, também acredito que despedidas e dias cinzentos são ótimos estimuladores para se escrever/ produzir algo. ;)

    abraços

    ResponderExcluir