terça-feira, 27 de outubro de 2009



E eu tenho a mania de travar diálogos imaginários com as pessoas.
Pensando no que eu diria, as possíveis respostas, e minhas contra-respostas.
E hoje, no caminho, vim discutindo ferrenhamente com duas pessoas.
Imaginei que seria bom deixar que elas soubessem as coisas que penso.
Mudei de idéia.
Porque mortos não conversam.
Cansei. Essa é a verdade. De "amigos" que perdem a identidade. E eu sou assim. Quando amo, amo. Mas quando me decepciono...........
Ainda mais com a intensidade que eu gostava!
Não é bonito matar pessoas. Mas hoje eu matei duas aqui dentro.
Antas-paralíticas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário