quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Não tranquei as portas, nem fechei as janelas....
Que entrem passarinhos na minha casa,
Que invadem a cozinha, entrem na sala
Ilumine meu quarto e façam ninhos entre os travesseiros,
No quente da cama desarrumada.
Que se escondam atrás da cortina branca
E vasculhem as gavetas,
Que levem meus escritos, meus rascunhos.
As portas estão abertas. Assim como a janela.
Que entrem os passarinhos e transformem minha vida!



Minha nova tatuagem, na verdade são 3. Fiz todas semana passada.
Indentifico muito com bichinhos que tem asas.
Amo minha liberdade e assim, respeito cada individuo como tal.

Um comentário: