quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Foi forte a influência do sol.
Uma vontade de andar pela avenida.......
Como eu amo!!!!
Seu ruído, Suas pessoas,Os sotaques
Suas cores, Suas dores.

Imenso, complexo, desigual.

Vontade de querer sair de mim
Flutuar, dançar, rodopiar.

Esses dias que se repetem por covardia,
Por covardia!!!!!

É engraçado eu gostar tanto da transparência,
Das coisas como elas são.

Ouço com a doçura em mim
A agonia do meu coração.
Acalmo.
Teimo em vesti-lo
Com tortas-alegrias.

Parar por um instante.

Uma vez li em alguma porta de banheiro:
“Tudo passa
Tudo sempre passará”

Amarro a agonia e não deixo soltar.


Um comentário:

  1. Adorei Tati!
    "Tudo passa, tudo sempre passará..."
    Sair ao sol, se colorir e viver intensamente pra que não passe em brancas nuvens ou sentar e contemplar?
    A cada dia acordo com uma vontade diferente, mas sempre com esta certeza: tudo passará (o Quintana: passarinho, rss)

    ResponderExcluir